News Ticker

Menu

10 ATUALIDADES QUE PODEM CAIR NO ENEM 2013

De acordo com o site Universia Brasil, foi feito uma análise de 10 temas para o enem 2013 sobre atualidades, a conversa foi com dois professores do cursinho pré-vestibular Oficina do Estudante, Dario Feltrin e Célio Ricardo Tasinafo. Eles apontam os assuntos que mais têm chance de cair na parte de atualidades no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e vestibulares. É importante ressaltar que estar antenado dos acontecimentos atuais é essencial não somente para as provas de Geografia.

Como o Enem é interdisciplinar, estes assuntos podem estar ilustrando uma questão de História ou de Física, por exemplo. Portanto, embora “atualidades” não seja uma matéria padrão do Enem, como já dito, ela está estampada em outras questões do exame e exige conhecimentos de outras matérias, como entendimento de texto (Português), História e Geografia. Por exemplo, para entender a Guerra das Malvinas (um dos tópicos nos quais os professores apostaram) é importante saber um pouco sobre a história da Inglaterra e da Argentina.

Confira a seguir os 10 temas que podem cair no Enem 2012 de atualidades e redirecione melhor os seus estudos:

1- Guerra das Malvinas
3 décadas após a guerra entre a Argentina e Reino Unido pela soberania das Ilhas Malvinas ou Falklands, a presidente argentina Cristina Kirchner reivindica as ilhas. “É um tema evidente para explorar o nacionalismo dos argentinos – tal como tentado pelo governo militar daquele país em 1982”, explanam os docentes.

2- Haiti
A pobreza no Haiti agravada pelo terremoto que devastou o país em 2012 tem consequências no Brasil. Muitos se mudaram para terras brasileiras a fim de encontrarem uma vida melhor. “Estima-se que cerca de 4 mil haitianos vivam no Brasil, 40% deles em situação irregular. O governo brasileiro, cedo ou tarde, terá de enfrentar a discussão sobre uma política de imigração para o país, principalmente pelo fato de nossa economia se apresentar em desenvolvimento, atraindo imigrantes de outros países latino-americanos, já que, além de haitianos, há um grande contingente de bolivianos vivendo no território brasileiro, muitos deles em condições bastante precárias”, explicam os professores.

3- Crise na Zona do Euro
A crise na Europa tem assustado investidores e posto em xeque a existência do Euro, moeda única europeia. “Destaque para os PIIGS, grupo formado por Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha – países com situação econômica mais crítica na zona do Euro (moeda única europeia). Isso porque houve certa irresponsabilidade fiscal por parte dos seus governos na última década – gastaram muito mais do que arrecadaram em impostos e aumentaram muito a dívida pública com relação ao PIB. Desde o ano passado, a expectativa geral do mercado internacional é que crescem as chances dos membros do PIIGS deixarem de pagar os juros e serviços de suas dívidas ou ainda não conseguirem honrar o resgate de títulos públicos. Tais expectativas aumentaram ainda mais, após a deflagração da crise na Grécia (cuja economia foi temporariamente “salva” graças a um aporte de capital da União Europeia, à renegociação de suas dívidas com seus principais credores e a um amargo e impopular pacote de corte nos gastos públicos)”, discorrem os dois professores.

4- Comissão da Verdade
Com a recente manifestação do governo sobre o impedimento da apuração do caso Vladimir Herzog em razão da Lei da Anistia, o assunto da Ditadura e da Comissão da Verdade ganhou novo fôlego. “Promovida pelo governo brasileiro no intuito de investigar abusos de direitos humanos cometidos durante a ditadura militar (1964 – 1985), a Comissão da Verdade pode ser um tema de redação”, palpitam Dario Feltrin e Célio Ricardo Tasinafo.

5- Novo Código Florestal
“Depois de 47 anos, o Brasil terá um novo Código Florestal, o conjunto de leis que define regras para a produção agrícola e para a preservação ambiental. O texto anterior, de 1965, sofreu uma série de remendos ao longo das décadas e há muito tempo não cumpria seus principais objetivos. De um lado, defasado e desconectado da realidade atual, limitava o desenvolvimento do setor agrário no país; de outro, por ser amplamente desrespeitado, não servia para impedir o desmatamento”, afirmam os professores.

6- Monarquia Constitucional
Com o aniversário de 60 anos da Rainha Elizabeth do Reino Unido, também conhecido como jubileu de Diamante pode despertar questões históricas: “O jubileu de Diamante (60 anos) da Rainha Elizabeth II do Reino Unido pode levar à cobrança de questões sobre as diferenças entre regimes absolutistas (soberania política concentrada totalmente nas mãos do Monarca, que acumula as funções de chefe de estado e chefe de governo) e as monarquias constitucionais (o monarca é chefe de estado, mas o governo é exercido pelo primeiro – ministro e seu gabinete, definidos a partir da maioria parlamentar)”, explicam os professores da Oficina do Estudante.

7- Conferências da ONU sobre meio ambiente
Com a recente conclusão da Rio+20, o Enem e os vestibulares podem pedir questões sobre as conferências anteriores sobre meio ambiente. Os professores aconselham: “o estudante deve ficar atento a perguntas sobre: conferência de Estocolmo (1972); Eco 92 (Rio de Janeiro) e Rio+10 (Johanesburgo). Além disso, protocolos internacionais sobre temas relacionados à preservação ambiental também são importantes, como por exemplo, o protocolo de Kyoto sobre a emissão dos gases relacionados ao efeito estufa (1997)”.

8- Processos de nacionalização de hidrocarbonetos em países latino americanos
Desde 1998, ano em que Hugo Chávez começou um processo de estatização das empresas exploradoras de petróleo na Venezuela, o tema tem sido recorrente na América Latina. “Em 2012, o presidente Evo Morales acelerou as nacionalizações na Bolívia e o mesmo caminho foi tomado por Cristina Kichner na Argentina”, assinalam os docentes.

9- Produção de energia hidrelétrica no Brasil e a usina de Belo Monte
“Tema recorrente nas provas de vestibular. A polêmica construção da Usina de Belo Monte na bacia do Rio Xingu e todos os impactos socioambientais a ela relacionados devem aparecer em vários exames”, apostam.

10- Rios Voadores
Como explicam os professores, “as chuvas que ocorrem no Brasil não são provenientes apenas da umidade que vem do oceano Atlântico e se condensa no continente. Boa parte delas se origina da evaporação e da transpiração da floresta Amazônica, que formam uma quantidade enorme de vapor de água que se desloca da região Norte até o Sul do país. Esses vapores são transportados pelos ventos até a cordilheira andina, que funciona como uma barreira natural e redireciona o percurso da umidade para o Norte da Argentina, o Uruguai, o Sul e o Sudeste do Brasil”. O tema tem relevância atual porque influencia nas temperaturas e no clima de duas regiões brasileiras. A pergunta, portanto, fica: o que acontecerá com o clima destes estados com a crescente devastação das matas amazônicas? Talvez você enfrente esta questão em uma redação de vestibular ou no próprio Enem.

Fonte: Universia Brasil

Compartilhe:

Dicas de Hoje

I'm Dúvidas e sugestões utilize os comentários do blog

Comentários
0 Comentários

No Comment to " 10 ATUALIDADES QUE PODEM CAIR NO ENEM 2013 "

  • To add an Emoticons Show Icons
  • To add code Use [pre]code here[/pre]
  • To add an Image Use [img]IMAGE-URL-HERE[/img]
  • To add Youtube video just paste a video link like http://www.youtube.com/watch?v=0x_gnfpL3RM