News Ticker

Menu

Pastora Americana Agredida a Pauladas teve alta Hoje do Hospital

Após 26 dias internada, a americana Renee Murdoch, de 44 anos, que foi agredida com uma paulada na cabeça por um morador de rua na Barra da Tijuca, no fim de setembro, recebeu alta por volta das 10h30m desta quinta-feira, do Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Apesar de ainda apresentar dificuldades na fala, a vítima demonstrou estar feliz com a alta médica.

Quero agradecer aos que rezaram e torceram por mim. Muito obrigada a todos da minha igreja, a minha família e aos médicos — disse ela, que, sorridente e de bom humor, brincou com a imprensa, afirmando que, como seu cabelo ainda não cresceu, estava careca como um dos fotógrafos presentes.

Renee ainda fala com alguma dificuldade e tem leves problemas de memória, mas, segundo seu marido, melhora a cada dia.

- Ela não se lembra do momento da agressão e de alguns dias anteriores - disse Philip Murdoch.
Segundo o neurocirurgião que operou Renee no Hospital Miguel Couto, Dr Ruy Monteiro, mesmo após o primeiro atendimento e a cirurgia que retirou os coágulos causados pela agressão que sofreu, as chances de sequelas eram grandes.

- Quando começou a recuperação, Renee tinha 30% de chance de não ter sequelas. Isso foi lentamente melhorando. Após a primeira cirurgia, subiu para 80%. Hoje, não podemos fazer previsões sobre prazos, mas acredito que, com terapia e acompanhamento de fonoaudiólogos, ela se recupere.

Renee, que ainda tem movimentos lentos, saiu de cadeira de rodas do hospital. Do lado de fora, foi recebida por amigos e integrantes da igreja onde é pastora, que fizeram festa com a alta, cantando e batendo palmas. Ela, que conversava animadamente com eles, fez questão de apresenta-los para quem estava no local.
Seu marido agradeceu o trabalho dos bombeiros que prestaram o primeiro atendimento na ocasião da agressão.

— Segundo os médicos, os momentos mais importantes foram as primeiras horas após a agressão que ela sofreu. Muito obrigado aos bombeiros que a socorreram na Barra da Tijuca. Gostaria de conhecê-los, o que não pude ainda fazer — disse Murdoch, que contou que seus quatro filhos estavam em casa, ajudando a preparar o almoço de Ação de Graças da família. Segundo ele, o dia, que é quase tão importante para os americanos quanto o Natal, seria ainda mais marcante este ano para agradecer pelo retorno de Renee para casa.
Agressão

Segundo a polícia, na ocasião, a americana interrompeu uma corrida na orla da Barra para pedir que o morador de rua Alexandre Luiz de Oliveira Francesco, de 38 anos, parasse de depredar um quiosque na Avenida Lúcio Costa. Em represália, ele a agrediu com pauladas. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Alexandre foi encaminhado para o Centro de Tratamento em Dependência Química Roberto Medeiros, no Complexo Penitenciário de Gericinó.

Drama compartilhado
Durante o período em que Renee ficou internada, seu marido postou no Youtube vídeos que mostravam a pastora, além dos filhos. Nas gravações, Phillip apresentava relatórios sobre o estado de saúde da mulher, agradecia o apoio que recebeu no período e pedia orações pela recuperação dela.

Compartilhe:

Post Tags:

Dicas de Hoje

I'm Dúvidas e sugestões utilize os comentários do blog

Comentários
0 Comentários

No Comment to " Pastora Americana Agredida a Pauladas teve alta Hoje do Hospital "

  • To add an Emoticons Show Icons
  • To add code Use [pre]code here[/pre]
  • To add an Image Use [img]IMAGE-URL-HERE[/img]
  • To add Youtube video just paste a video link like http://www.youtube.com/watch?v=0x_gnfpL3RM