News Ticker

Menu

Novo Ford Ka 2015 - Completo Por R$35.390 com Ar, Direção

O pessoal da redação do Procurando Dicas foi conferir o Novo Ford Ka 2015, agora com um design totalmente remodelado o novo Ford Ka vem para bater de frente com modelos como Fox, Pálio e HB20.

Novo Ford Ka 2015 completo por R$35.390 com Ar, Direção

A linha completa do Ford KA, com direção hidráulica, Ar condicionado e outros itens de série está com um preço meio salgado como sempre, mas é até aceitável se fizermos um comparativo com os preços do Novo Gol, Saveiro e FOX ambos da linha 2015 que estão compreços beirando os R$40 mil reais.

O novo Ford Ka, segundo modelo global da Ford desenvolvido no Brasil (o primeiro foi o EcoSport), chega às lojas em setembro partindo de R$ 35.390 na versão SE, carroceria hatchback de quatro portas, dotado de motor bicombustível 1.0 de três cilindros que gera 85 cavalos (etanol). Com o fim do Ka antigo e do Fiesta Rocam (que ainda existe em estoques de revendas), o novo Ka passa a ser o carro de entrada da Ford.

Executivos acreditam que ele venderá, no mínimo, 10 mil unidades por mês.

A variação sedã, denominada Ka+, será apresentada somente em agosto. É certo que ela terá uma versão com o motor Sigma de 1,5 litro (o mesmo do New Fiesta); Procurando Dicas avalia que a Ford pode surpreender e, num segundo momento, usar o Sigma 1.6 e a transmissão automática Powershift no Ka+, aproveitando para encerrar a importação do New Fiesta Sedan.



Novo Ford Ka chega às lojas em setembro por R$ 35.390 (SE), R$ 37.390 (SE Plus) e R$ 39.990 (SEL, versão do carro das fotos); modelo oferece ar-condicionado, direção elétrica e Bluetooth, entre outros itens, desde a SE, e na SEL inclui controles de estabilidade e tração. Motor do novo Ka é 1.0 bicombustível de três cilindros, nota A de consumo no Inmetro, capaz de gerar 85 cavalos com etanol. Principais rivais são Gol, Palio, HB20, Sandero e Onix. O novo Ka aposenta o Fiesta Rocam, e tem a missão de vender pelo menos 10 mil unidades por mês. 
Com a chegada do novo Ka, a montadora americana vai cumprir -- com folga -- a promessa de, até 2015, oferecer somente carros globais ao consumidor brasileiro. A principal vantagem disso é a sintonia com os mercados dos países desenvolvidos: o New Fiesta nacional é igual ao vendido nos Estados Unidos (ressalvando características específicas, como o motor flex), e deve seguir o mesmo calendário de atualizações. A Ford promete intervalo máximo de 18 meses para que reestilizações e novas gerações cheguem ao Brasil. Com o novo Ka, cujos demais mercados ainda não foram anunciados, acontecerá a mesma coisa.
O modelo mede 3,89 metros, e por isso a Ford descarta (ou finge descartar) que seus maiores rivais sejam Volkswagen up! (3,6 m) e Fiat Uno (3,77 m). Se a questão for faixa de preços, é claro que são. A opção seguinte na gama da marca é o New Fiesta hatch, com 3,97 m e preços começando em R$ 42.890 (versão S 1.5). Juntando as peças do que os executivos da marca mostraram numa recente apresentação à imprensa, o plano é usar o Ka para incomodar VW Gol, Fiat Palio, Hyundai HB20, Chevrolet Onix e Renault Sandero (todos com motor 1.0).


O novo Ford Ka, segundo modelo global da Ford desenvolvido no Brasil (o primeiro foi o EcoSport), chega às lojas em setembro partindo de R$ 35.390 na versão SE, carroceria hatchback de quatro portas, dotado de motor bicombustível 1.0 de três cilindros que gera 85 cavalos (etanol). Com o fim do Ka antigo e do Fiesta Rocam (que ainda existe em estoques de revendas), o novo Ka passa a ser o carro de entrada da Ford.

Executivos acreditam que ele venderá, no mínimo, 10 mil unidades por mês.

A variação sedã, denominada Ka+, será apresentada somente em agosto. É certo que ela terá uma versão com o motor Sigma de 1,5 litro (o mesmo do New Fiesta); Procurando Dicas avalia que a Ford pode surpreender e, num segundo momento, usar o Sigma 1.6 e a transmissão automática Powershift no Ka+, aproveitando para encerrar a importação do New Fiesta Sedan.

Frente global da Ford é marcante no Ka; modelo será fabricado em Camaçari (BA)
Com a chegada do novo Ka, a montadora americana vai cumprir -- com folga -- a promessa de, até 2015, oferecer somente carros globais ao consumidor brasileiro. A principal vantagem disso é a sintonia com os mercados dos países desenvolvidos: o New Fiesta nacional é igual ao vendido nos Estados Unidos (ressalvando características específicas, como o motor flex), e deve seguir o mesmo calendário de atualizações. A Ford promete intervalo máximo de 18 meses para que reestilizações e novas gerações cheguem ao Brasil. Com o novo Ka, cujos demais mercados ainda não foram anunciados, acontecerá a mesma coisa.

O modelo mede 3,89 metros, e por isso a Ford descarta (ou finge descartar) que seus maiores rivais sejam Volkswagen up! (3,6 m) e Fiat Uno (3,77 m). Se a questão for faixa de preços, é claro que são. A opção seguinte na gama da marca é o New Fiesta hatch, com 3,97 m e preços começando em R$ 42.890 (versão S 1.5). Juntando as peças do que os executivos da marca mostraram numa recente apresentação à imprensa, o plano é usar o Ka para incomodar VW Gol, Fiat Palio, Hyundai HB20, Chevrolet Onix e Renault Sandero (todos com motor 1.0).



Foto do KA Antigo

Com desenho irreverente, criado pelo designer francês Claude Lobo, primeiro Ka surgiu no final de 1996 na Europa, chegando ao Brasil apenas seis meses depois, já em 1997; formas mínimas, duas portas e o famoso parachoque de plástico preto chamavam a atenção no modelo, dotado de motor Endura com opções 1.0 e 1.3, este um tamanho de motor que a Ford abandonaria após este Ka, e que entregava apenas 60 cavalos de potência Divulgação
Por ora, a Ford oferece apenas três versões do novo Ka, mas com o tempo uma variação mais simples (denominada S, já existente sob encomenda para frotistas) e uma esportiva (com motor 1.5, talvez resgatando o nome Action de uma série 1.6 do Ka antigo) podem ser acrescentadas ao portfólio; o que está claro é que a marca americana não quer embaralhar os preços do novo modelo com os do New Fiesta, um sucesso de vendas e também de imagem.


Conheça os Preços do Novo Ka 2015 e suas versões

+ KA SE -- R$ 35.390
De série: ar-condicionado; direção elétrica; vidros elétricos dianteiros; travas elétricas com controle remoto; sistema My Connection Gen.3 com rádio AM/FM, USB e Bluetooth, com quatro alto-falantes; My Ford Dock (compartimento para smartphone); airbag duplo; freios com ABS/EBD (antitravamento e distribuição de força) e CBC (controle de frenagem em curvas); limpador e desembaçador traseiros; chave canivete; roda aro 14" com calota integral e pneus de baixo atrito (175/65); maçanetas e retrovisores na cor do veículo; 21 porta-objetos; indicador de troca de marcha; conta-giros; abertura elétrica do porta-malas (capacidade para 257 litros); e ajuste de altura da coluna de direção.
+ KA SE PLUS -- R$ 37.390
Acrescenta ao SE: vidros elétricos traseiros; SYNC Media System com AppLink, CD/MP3/USB, Bluetooth e comandos de voz em português; volante multifuncional.
+ KA SEL -- R$ 39.990
Acrescenta ao SE Plus: controle eletrônico de estabilidade (ESC) e tração (TCS); assistente de partida em rampas (HLA); rodas de liga leve de 15 polegadas com pneus de baixo atrito (195/55); luzes de neblina; computador de bordo; alarme volumétrico; ajuste de altura do banco do motorista; grade dianteira com aplique cromado; e lanternas traseiras escurecidas.

PRIMEIRAS IMPRESSÕES
Uma apreciação externa do novo Ka não deixa dúvidas de que Gol, Onix e Sandero (este na nova geração, já conhecida globalmente desde 2012) estão mesmo entre seus adversários preferenciais. Visto por trás de certos ângulos, o Ka parece qualquer um desses três, e vice-versa.

Obviamente, quando visto de frente o Ka não guarda qualquer semelhança com os rivais, mas toda com o restante da atual gama global da Ford -- resultado da grade trapezoidal e do conjunto óptico alongado pelos paralamas. O Ka é mais massudo e mais alto, mas até vendedor de autorizada vai chamá-lo de "New Fiestinha", podem apostar. (E isso não é algo ruim.)

A cabine do compacto é claramente a de um carro de entrada. Os plásticos são mais simples que os do New Fiesta, os insertos imitando metal são opacos, o conjunto de instrumentos -- discreto e funcional -- poderia estar numa fictícia nova geração do Rocam. Nem na versão SEL, de R$ 40 mil, há ajuste elétrico dos retrovisores (item vendido como acessório original).


Interior segue o padrão visual de New Fiesta e Focus, mas materiais são simples
Mas há muito o que elogiar. A posição de dirigir é soberba, com ponto H (cintura do motorista) elevado e a possibilidade de ajustar as alturas de assento e volante (no SEL). Os bancos acomodam o corpo melhor do que em modelos maiores, cansando menos em viagens longas. Todos os comandos estão ao alcance da mão. Quatro adultos viajam com espaço de sobra, inclusive para as cabeças.
E aí o que você achou do Novo Ford KA 2015, o preço está salgado ou você gosta de pagar caro pra andar em carroças fabricadas no Brasil?

Compartilhe:

Dicas de Hoje

I'm Dúvidas e sugestões utilize os comentários do blog

Comentários
0 Comentários

No Comment to " Novo Ford Ka 2015 - Completo Por R$35.390 com Ar, Direção "

  • To add an Emoticons Show Icons
  • To add code Use [pre]code here[/pre]
  • To add an Image Use [img]IMAGE-URL-HERE[/img]
  • To add Youtube video just paste a video link like http://www.youtube.com/watch?v=0x_gnfpL3RM