News Ticker

Menu

Respostas Caderno do Aluno 2016 Sem Repetentes

Olá pessoal vocês que estão precisando das respostas caderno do aluno 2016 sem repetentes confira aqui em nosso blog todas as matérias do caderno do aluno com respostas e gabaritos do caderno do aluno 2016




Gramática da Língua Portuguesa:

Substantivo é a palavra que nomeia os seres. O conceito de seres deve incluir os nomes

de pessoas, de lugares, de instituições, de grupos, de indivíduos e de entes de natureza

espiritual ou mitológica:

Mulher, sociedade, vegetação, alma.

Maria, senado, paineira, anjo

Brasil, cidade, cavalo, sereia

Teresina, comunidade, cidadão, saci


Respostas Caderno do Aluno 2016 Sem Repetentes

Procurando pelas respostas dos exercícios do Caderno do Aluno 2016? CLIQUE AQUI e veja todas as respostas da Apostila do Aluno 2016.

5ª serie do Ensino Fundamental

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

6ª serie do Ensino Fundamental

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

7ª serie do Ensino Fundamental

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

8ª serie do Ensino Fundamental

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

1º ano do Ensino Médio

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

2º ano do Ensino Médio

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4

3º ano do Ensino Médio

Volume 1
Volume 2
Volume 3
Volume 4


Além disso devem incluir nomes de ações, estados, qualidades, sensações, sentimentos:

acontecimento, honestidade, amor, correria, miséria, liberdade, encontro, integridade, raiva, hipocrisia, corrupção, etc

Classificação
Quanto à sua formação, os substantivos são classificados em simples e compostos,

primitivos ou derivados. Quanto ao seu significado e abrangência, em concretos e

abstratos, comuns e próprios.

Substantivos Simples
Os substantivos simples apresentam um único radical em sua estrutura caderno do aluno 2016:

chuva, livro, livreiro, guarda, flor, desenvolvimento

Substantivos Compostos
Os substantivos compostos apresentam mais de um radical em sua estrutura:

Substantivos primitivos
Os substantivos que não provêm de qualquer outra palavra da língua são chamados de

primitivos:

árvore, folha, flor, carta, dente, pedra.

Substantivos Derivados
Os substantivos formados a partir de outras palavras da língua pelo processo de

derivação são chamados de derivados:

arvoredo, folhagem, florista, florada, carteiro,

dentista, pedreiro, cartada.

Substantivos Concretos
Os substantivos que dão nome a seres de existência independente, reais ou

imaginários, são chamados concretos. São exemplos de substantivos concretos:

armário, cidade, formiga,

sereia, abacateiro, Deus

homem, vento, Brasil

São considerados concretos os substantivos que nomeiam divindades ou seres

fantásticos, caderno do aluno 2016 pois, existentes ou não, são tomados sempre como seres dotados de vida

própria.

Substantivos Abstratos
Os substantivos que dão nome a estados, qualidades, sentimentos ou ações são

chamados abstratos. São exemplos de substantivos abstratos:

tristeza amor maturidade

atenção clareza brancura

beijo ética abraço

honestidade conquista paixão

Em todos esses casos, nomeiam-se conceitos cuja existência depende sempre de um ser

para manifestar-se: é necessário alguém ser ou estar triste para a tristeza manifestar-se; é

necessário alguém beijar ou abraçar para que ocorra um beijo ou um abraço.

Substantivos Comuns
Os substantivos que designam todo e qualquer indivíduo de uma espécie de seres são

chamados comuns. caderno do aluno 2016 matemática E o caso de substantivos como:

homem montanha professor

mulher planeta país

rio animal estrela

Substantivos Próprios
Aqueles que designam um indivíduo particular de uma determinada espécie são

chamados próprios:

José Coimbra Angola

Ana Marte Gibraltar

Araguaia Simão Brasil

Substantivos Coletivos
Há um tipo de substantivo comum que nomeia conjuntos de seres de uma mesma

espécie: é o chamado substantivo coletivo. A seguir há uma relação dos

principais coletivos da língua portuguesa; percebe-se que muitos deles são de uso bastante comum e facilitam a construção de frases mais concisas e precisas.

Coletivos de Grupos de Pessoas caderno do aluno 2016 atualizado
assembléia - pessoas reunidas

banca - examinadores

banda - músicos

bando - desordeiros ou malfeitores

batalhão - soldados

camarilha - bajuladores

cambada - desordeiros ou malfeitores

caravana - viajantes ou peregrinos

caterva - desordeiros ou malfeitores

choldra - assassinos ou malfeitores

chusma - pessoas em geral

claque - pessoas pagas para aplaudir

clero - religiosos

colônia - imigrantes

comitiva - acompanhantes

corja - ladrões ou malfeitores

coro - cantores

corpo - eleitores, alunos, jurados

elenco - atores de uma peça ou filme

falange - tropas, anjos, heróis

horda - bandidos, invasores

junta - médicos, examinadores, credores

júri - jurados

legião - soldados, anjos, demônios

leva - presos, recrutas

malta - malfeitores ou desordeiros

multidão - pessoas em geral

orquestra - músicos

pelotão - soldados

platéia - espectadores

plêiade - poetas ou artistas

plantel - atletas, bovinos ou eqüinos selecionados

prole - filhos

quadrilha - ladrões ou malfeitores

roda - pessoas em geral

ronda - policiais em patrulha

súcia - desordeiros ou malfeitores

tertúlia - amigos, intelectuais

tripulação - aeroviários ou marinheiros

tropa - soldados, pessoas caderno do aluno 2016 atualização

turma - estudantes, trabalhadores, pessoas em geral

Coletivos de Conjuntos de Animais e Plantas
alcatéia - lobos

buquê - flores

cacho - frutas

cáfila - camelos

cardume - peixes

colmeia ou colmeia - abelhas

colônia - bactéria, formiga, cupins

enxame - abelhas, vespas, marimbondos

fato - cabras

fauna - animais de uma região

feixe - lenha, capim

flora - vegetais de uma região

junta - bois

manada - animais de grande porte

matilha - cães de caça

molho - verduras

ninhada - filhotes de aves

nuvem - insetos (gafanhotos, mosquitos, etc.)

panapaná - borboletas

plantel - animais de raça

ramalhete - flores

rebanho - gado em geral

récua - animais de carga

réstia - alhos ou cebolas

revoada - pássaros

tropa - animais de carga

vara - porcos

Coletivos de Outros Conjuntos
acervo - obras artísticas

antologia - trechos literários selecionados

armada - navios de guerra

arquipélago - ilhas

arsenal - armas e munições

atlas - mapas

baixela - objetos de mesa

bateria - peças de guerra ou de cozinha, instrumentos de percussão

biblioteca - livros catalogados

cancioneiro - poemas, canções

cinemateca - filmes

constelação - estrelas

enxoval - roupas

esquadra - navios de guerra

esquadrilha - aviões

frota - navios, aviões ou veículos em geral (ônibus, táxis, caminhões etc.)

girândola - fogos de artifício

hemeroteca - jornais e revistas arquivados

molho - chaves

pinacoteca - quadros caderno do aluno 2016 atualizar

trouxa - roupas

vocabulário - palavras

Da Flexão dos Substantivos
Os substantivos são palavras flexíveis podendo mudar de gênero, número e grau com adição de desinências

Flexão de Gênero
O gênero gramatical é a indicação do sexo real ou suposto dos seres e por haver dois sexos, dois devem ser os gêneros gramaticais: o gênero masculino e o gênero feminino. E existem nomes de coisas concretas e abstratas que não designam sexo por não possuí-lo porque são neutros, porém, como não existe gênero neutro na língua portuguesa atribui-se-lhes um gênero fictício no masculino ou no plural.

Gênero Fictício
Masculinos
São os substantivos terminados em o, i, u: litro, batismo, álibi, jaborandi, pó, nó, dó, caju, maracatu, báculo, binóculo, montículo.
Excetuam-se: tribo, avó, mó, juriti, lei, grei

São os substantivos terminados em é: café, rapé, pontapé, fé, guiné.
São os substantivos terminados em em, im, om, um: armazém , brim, dom, bodum
Exceções: ordem, adem e todos os terminados em gem: aragem, linguagem, personagem,origem, penugem, etc

en: âmem, líquen.
au, éu, eu, ói: cacau, chapéu, liceu, caubói.
Excetua-se: Nau.

l: graal, tonel, anil, anzol, paul.
Excetuam-se: cal, catedral, bacanal, moral e outros que, primitivamente adjetivos, passaram a ser substantivos, conservando o gênero do substantivo que costumavam acompanhar, como a vogal (a letra vogal), a diagonal (a diagonal) etc.

r: alamar, escaler, nadir, furor, calembur.
Excetuam-se: beira-mar, colher, cor, dor, flor.

s: caos, lápis, cais, áloes.
Observação: Os substantivos terminados em z distribuem-se pelos dois gêneros masculinos: albornoz, alcatraz; femininos: paz, foz, noz.

Femininos
a: cama, barca, orelha.
ã: avã, manhã.
ção: viração, rotação, afeição.
ão: gratidão, solidão, ilusão.
gem: linguagem, homenagem, aragem.
dade e ice: cidade, verdade, tolice, velhice, idiotice.
Excetuam-se: dia e muitos outros de origem grega, como anacoreta, cometa, planeta, celeuma, coma, dilema, eczema, eurema, poema, teorema, epigrama, grama, miligrama, telefonema, zeugma.

Flexão do Gênero Masculino ao Feminino
Podemos distinguir, na indicação do sexo feminino, os seguintes

processos:

a) com a mudança ou acréscimo na terminação:
Os nomes terminados em -o mudam o -o em -a:
filho filha

aluno aluna

menino -menina

gato - gata

Os em -ão mudam a terminação, uns em 4, outros em -oa e outros
em -ona (se denotam seres aumentados):

anão - anã

cidadão - cidadã respostas do caderno do aluno atualizadas 2016

irmão - irmã

ermitio - ermitoa

hortelão - horteloa

leão - leoa

chorão - chorona

pedinchão - pedinchona

valentão - valentona

Os em -or formam geralmente o feminino com acréscimo de a
doutor - doutora

professor - professora

OBSERVAÇÃO: Outros terminados em -eira: arrumadeira, lavadeira,

faladeira.

Rejeita-se, sem razão, o plural guarda-marinhas.

Os em -e uns ficam invariáveis, outros mudam o -e em -a,
amante, cliente, constituinte, doente, habitante,

inocente, ouvinte, servente, etc.*

alfaiate - alfaiata

infante - infanta (também aparece invariável)

governante - governanta

presidente - presidente ou presidenta

parente - parenta

monge - monja

Os em -és e -z acrescentam a :
freguês - freguesa

português - portuguesa

juiz - juiza

Indicam o sexo feminino com o acréscimo de -essa, -isa :
abade - abadessa

alcaide - alcaidessa (ou alcaidina)

barão - baronesa

bispo - episcopisa

conde - condessa 1ª série, 

cônego canonisa

cônsul consulesa

diácuno - diaconisa

doge - dogesa, dogaresa, dogaressa

druida - druidesa, druidisa (em

Vocábulos derivados por meio de -esa,

duque - duquesa

etíope - etiopisa

jogral - jogralesa

papa papisa.

píton. pitonisa

poeta - poetisa

príncipe - princesa

prior - priora, prioresa

profeta - profetisa

sacerdote - sacerdotisa

visconde - viscondessa

Não se enquadram nos casos precedentes:
ateu - atéia

ator - atriz gabarito caderno do aluno 2016

avô - avó

capiau - capioa

condestável. - condestabeleza

confrade - confreira

czar /pron. tçar/ - czarina(l)

dom - dona

egeu - egéia

embaixador - embaixatriz

europeu - européia

felá - felaína

filisteu - filistéiafrade

frei- freira

galo - galinha

zagal - zagala

oficial - oficiala

giganteu - gigantéia

grou. - grua

guri - guria

ilhéu - ilhoa

imperador - imperatriz

judeu - judia

landgrave - landgravina

marajá - marani

mandarini - mandarina

maestro - maestrina

peru - perua

pigmeu - pigméia

raja ou rajá - râni ou rani

rapaz - rapariga

rei - rainha

réu - ré

sandeu - sandia

silfo - sílfide

sultão - sultana

tabaréu, - tabaroa, apostilas do aluno 2016 1º ano

herói - heroína

Com palavras diferentes para um e outro sexo (heterônimos):
Nomes de pessoas:
cavaleiro - amazona 2º colegial

cavalheiro - dama

compadre - comadre

frei - sóror, soror, sor

genro - nora

homem - mulher

marido - mulher

Nomes de animais:
bode -cabra

boi - vaca

burro - besta

cão - cadela

Feminino com auxílio de outra palavra (biformes)
padrasto - madrasta

padre - madre

padrinho - madrinha

pai - mãe

patriarca - matriarca

rico-homem - rica-dona

carneiro - ovelha

cavalo- égua

veado - cerva (é)

zangão - abelha

Substantivos Comuns de Dois
Há substantivos que têm uma só forma para os dois sexos:

estudante, consorte, mártir caderno do aluno 1º colegial

São por isso chamados comuns-de-dois. Tais substantivos

distinguem o sexo pela anteposição do artigo o (para o masculino) e do artigo a (para o

feminino):

estudante - a estudante

camarada - a camarada

mártir - a mártir

Os nomes terminados em -ista e muitos terminados em -e são comuns de dois:

o capitalista - a capitalista; o doente - a doente.

Substantivos Epicenos
Enquadram-se neste grupo os nomes de animais para cuja distinção de sexo empregamos as palavras macho e fêmea:

cobra macho; jacaré fêmea

Podemos ainda servir-nos de outro torneio:

o macho da cobra; a fêmea do jacaré.

Estes nomes de animais se chamam epicenos.

Sobrecomuns
São nomes de um só gênero gramatical que se aplicam, indistintamente,

a homens e mulheres:

o algoz, o carrasco, o cônjuge, a criatura, o ente, a pessoa,

o ser, a testemunha, o verdugo, a vítima.

Gênero estabelecido por palavra oculta. - São masculinos os nomes

de rios, mares, montes, ventos, lagos, pontos cardeais, meses, por subentendermos

estas denominações:

O (rio) Amazonas, o (oceano) Atidntico, o (vento) bóreas, o (lago) Lddoga,

Por isso são normalmente femininos os nomes de cidades, ilhas:

A bela (cidade) Petrópolis. A movimentada (ilha) Governador.

Nas denomina" de navios depende do termo subentendido: o

(transatlântico) Argentina, a (corveta) Belmonte, etc.

Notem-se os seguintes géneros:

o (vinho) champanha (e não a champanha!), o (vinho) madeira, o (charuto)

havana, o (café) moca, o (gato) angord, o (cão) terra-nova.

Mudança de sentido na mudança de gênero.

Há substantivos que são masculinos ou femininos, conforme o sentido com que se achem empregados:

cabeça (parte do corpo) o cabeça (o chefe)

capital (cidade principal) o capital (dinheiro, bens)

língua (órgão muscular; idioma) - o língua

lotação (capacidade de um carro, navio, sala, etc.) - o lotação (forma abreviada de automóvel)

rádio (a estação) - o rádio (o aparelho)

voga (moda; popularidade) - o voga (o remador)

Gêneros que podem oferecer dúvida:
a) São masculinos:
Os nomes de letra de alfabeto, clã, champanha, dó, eclipse, formicida, grama (unidade de peso), jângal, jângala, lança-perfume, milhar, pijama, proclama, saca-rolhas, sanduíche, sósia, telefonema, soma (usado na linguagem técnica da psiquiatria).

b) São femininos:
Aguardente, análise, fama, cal, cataplasma, cólera, cólera-morbo, coma, dinamite, elipse, faringe, fruta-pão, gesta (= façanha), libido, polé, preá,

síndrome, tíbia.

c) São indiferentemente masculinos ou femininos:

Ágape, avestruz, caudal, crisma, diabete, gambá, hélice, íris, juriti, igarité, lama ou lhama, laringe, ordenança, personagem, renque, sabiá, sentinela, soprano, suástica, tapa,

Compartilhe:

Dicas de Hoje

I'm Dúvidas e sugestões utilize os comentários do blog

Comentários
0 Comentários

No Comment to " Respostas Caderno do Aluno 2016 Sem Repetentes "

  • To add an Emoticons Show Icons
  • To add code Use [pre]code here[/pre]
  • To add an Image Use [img]IMAGE-URL-HERE[/img]
  • To add Youtube video just paste a video link like http://www.youtube.com/watch?v=0x_gnfpL3RM